ABTSES – Exclusiva para Servidores Públicos

QUERO CONTRATAR

Aqui você encontra as melhores opções de planos de saúde exclusivos para Servidores Públicos.

É possível prevenir o diabetes?

Você provavelmente já deve ter ouvido falar sobre o diabetes.  

Mas você sabe a diferença entre os tipos? E que é possível prevenir o diabetes?  

Estudos apontam que no Brasil a doença atinge 8,9% da população. Em 10 anos, o número de brasileiros com a doença aumentou cerca de 61,8% segundo a pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde.  

Aproximadamente 50% dos diabéticos desconhecem o diagnostico. Esses números revelam uma doença epidêmica, onde o Brasil ocupa o 4º lugar do ranking mundial, atrás apenas da China, Índia e Estados Unidos.  

O número de casos com o passar dos anos tende a crescer pelo estilo de vida que estamos levando.  

Sedentarismo e má alimentação são os principais fatores.  

Para te ajudar na prevenção, preparei um texto com várias dicas e também as principais características.  

 

Diferença entre os tipos:  

O diabetes é uma doença crônica não transmissível e pode se manifestar de diversas formas.  

  • Diabetes Tipo 1: 

    A causa desse tipo ainda é desconhecida e a melhor forma de preveni-la é com práticas de vida saudáveis (alimentação, atividades físicas e evitando álcool, tabaco e outras drogas). Sabe-se que, via de regra, é uma doença crônica não transmissível genética, ou seja, é hereditária, que concentra entre 5% e 10% do total de diabéticos no Brasil. O diabetes tipo 1 aparece geralmente na infância ou adolescência, mas pode ser diagnosticado em adultos também. Pessoas com parentes próximos que têm ou tiveram a doença devem fazer exames regularmente para acompanhar a glicose no sangue. Pessoas com diabetes tipo 1 devem administrar insulina diariamente para regular a quantidade de glicose no sangue.  

 

  • Diabetes Tipo 2:

     Ocorre quando o corpo não aproveita adequadamente a insulina produzida. Esse tipo está diretamente relacionado ao sobrepeso, sedentarismo e hábitos alimentares inadequados. Cerca de 90% dos pacientes diabéticos no Brasil têm esse tipo. No entanto, ele se manifesta mais frequentemente em adultos, mas crianças também podem apresentar. Dependendo da gravidade, pode ser controlado com atividade física e planejamento alimentar. Em outros casos, exige o uso de insulina e/ou outros medicamentos para controlar a glicose. 

 

 

  • Diabetes Latente Autoimune do Adulto (LADA):

     Atinge basicamente os adultos e representa um agravamento do diabetes tipo 2. Caracteriza-se, basicamente, no desenvolvimento de um processo autoimune do organismo, que começa a atacar as células do pâncreas.  

 

  • Diabetes gestacional: 

    Ocorre temporariamente durante a gravidez. As taxas de açúcar no sangue ficam acima do normal, mas ainda abaixo do valor para ser classificada como diabetes tipo 2. Toda gestante deve fazer o exame de diabetes, regularmente, durante o pré-natal. Mulheres com a doença têm maior risco de complicações durante a gravidez e o parto. Esse tipo particularmente, afeta entre 2 e 4% de todas as gestantes e implica risco aumentado do desenvolvimento posterior de diabetes para a mãe e o bebê. 

 

 

 

Principais fatores que contribuem para a diabetes 

 

  • Excesso de peso e obesidade 
  • Ingestão de açúcar e gordura em excesso 
  • Sedentarismo 
  • História familiar e herança genética 
  • Idade 
  • Stress 
  • Alcoolismo 
  • Pré-Diabetes 
  • HTA 
  • Diabetes gestacional prévia 
  • História de doença cardiovascular prévia 
  • Síndrome de ovários policísticos. 
  • Doenças renais crônicas. 

 

 

Formas de prevenção:  

 

A principal forma de prevenção é adotar hábitos saudáveis, que ajuda não só a prevenir o diabetes, mas também outras doenças.  

 

  • Comer diariamente verduras, legumes e, pelo menos, três porções de frutas. 
  • Reduzir o consumo de sal, açúcar e gorduras. 
  • Parar de fumar. 
  • Praticar exercícios físicos regularmente, (pelo menos 30 minutos todos os dias). 
  • Manter o peso controlado. 

 

 

 

Como você pôde ver, da sim para prevenir o diabetes e a chave pra isso tudo é a educação. Obesidade, sedentarismo, alimentação inadequada podem causar a doença.  

 

E principalmente não deixe de procurar um médico, cuide de você! 

 

Espero que tenha gostado das dicas. Outro conteúdo que pode é “hábitos para viver mais”.  

 

Até breve! 

Deixe um comentário