Dicas e Notícias

1,7 milhão de pessoas a mais serão atendidas pelo SUS

O aumento do desemprego forçou cerca de 1,7 milhão de pessoas em todo o país a cancelarem seus planos de saúde. O professor de economia do Ibmec, Felipe Leroy, diz que a redução do número de beneficiários dos planos de saúde é fruto da crise econômica vivida no Brasil. “A renda e o emprego estão caindo, e isso tem um impacto no orçamento. Só que, se antigamente, as pessoas cortavam o supérfluo, com o agravamento da crise, elas passaram a cortar o essencial”, observa.

Ele ressalta quem, com menos gente usando o plano de saúde, a demanda pelos serviços públicos do Sistema Único de Saúde (SUS) aumenta, complicando ainda mais a situação da saúde pública no país.

 

Por isso, buscando evitar complicações na hora de conseguir um atendimento médico e zelando pela segurança e bem-estar da família, é importante que os Servidores Públicos do Espírito Santo mantenham os planos de saúde e odontológicos em dia. 


Compartilhe