Dicas e Notícias

Entenda a importância de tirar férias

Tirar férias é essencial para a sua criatividade, rendimento e boa saúde. Entenda por que:

O mês de janeiro está para começar e muita gente já está com as suas férias planejadas. Outros, no entanto, preferem vendê-las para garantir uma renda extra, mesmo que não estejam precisando do dinheiro. Mas, será que fazer essa troca do descanso pela recompensa monetária é um bom negócio?

 A resposta para essa pergunta é bastante variável, mas, no geral, é negativa. As férias são essenciais para todas as pessoas por diversos motivos, e o primeiro deles é que o corpo e a mente necessitam de um tempo para aliviarem a tensão. Passar meses desempenhando as mesmas atividades é cansativo e, assim, acarreta num estresse que pode ser aliviado por alguns dias de descanso.

Outro fator importante diz respeito à criatividade: você já deve ter notado que pensar em boas ideias quando se está cansado é algo extremamente difícil. Agora, imagine como o seu cérebro está depois de todos esses meses de trabalho? Mesmo que você não perceba, o seu cansaço influencia no fluxo criativo e, portanto, tirar férias pode renovar os seus pensamentos.

Por fim, as férias são a chance que você tem de refletir tranquilamente sobre as suas atividades. Você está satisfeito com aquilo que tem feito? Gostaria de mudar de emprego? Coloque os fatores positivos e negativos na balança, meça suas expectativas e, principalmente, planeje as mudanças necessárias, afinal você dificilmente terá tempo para isso quando voltar a trabalhar.

Caso você realmente esteja precisando do dinheiro que ganhará ao vender as suas férias, faça isso. Só tenha cuidado para não tornar esse ato um hábito, pois o descanso pode não ser uma necessidade monetária, mas você certamente precisa estar bem-disposto para continuar trabalhando da melhor forma.

Portanto, na próxima vez em que você pensar em cancelar as suas férias, repense essa ideia e tenha em conta todos os fatores positivos que um descanso lhe trará. A sua saúde agradece.

Fonte: Universia Brasil


Compartilhe